Archive for ‘Notícias’ - BEST BUDDIES BRAZIL

A Best Buddies Brasil – Celebra o 12º. Dia Internacional da Síndrome de Down

A Best Buddies Brasil – Melhores Amigos busca ampliar suas parcerias através dos programas de Amizade, Trabalho e Liderança.

A Best Buddies Brasil – Melhores Amigos, associação sem fins lucrativos, que realiza a inclusão social das pessoas com deficiência intelectual, está entre os parceiros e realizadores do Cuidando de quem cuida 2017I Road Show Empathiae, primeiro evento nacional em comemoração ao 12º. Dia Internacional da Síndrome de Down.

O evento pretende sensibilizar a sociedade em geral assim como as equipes de saúde básica e complementar sobre a importância da atenção à família e ao cuidador da pessoa com deficiência e está sendo promovido, respectivamente, nas cidades de Belo Horizonte, MG; Vitória, ES; Caxias do Sul, RS e São Paulo, SP; em 11, 14, 19 e 21 de março.

Roberta Cruz Lima, diretora da Best Buddies Brasil – Melhores Amigos, abrirá o ciclo de palestras no dia 21 de março, no Centro Universitário Ítalo Brasileiro (UniÍtalo), na cidade de São Paulo. Ela destaca o evento como meio de ampliar as discussões acerca da inclusão social. E comenta: “Fazer parte de uma família é a primeira experiência de viver em sociedade que uma criança tem. Sendo assim, acredito que o evento promoverá uma troca de experiências e saberes com a finalidade de trazer informações úteis para ações e reflexões referentes à Cultura Inclusiva”.

Na sequência, Ives Alejandro Munoz, filósofo e professor, membro do Consejo Independiente de Protección de la Infancia (CIPI), abordará o tema A Empatia como mudança dos paradigmas no relacionamento familiar.

Mônica Xavier, presidente e fundadora do Instituto Empathiae, apresentará a palestra O momento da notícia: um retrato da realidade brasileira, baseado em pesquisa realizada com 500 famílias que receberam um bebê com síndrome de Down no século XXI.

Presença internacional, a professora doutora Julia Serpa Pimentel, docente do Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (ISPA) de Lisboa; responsável pela criação e implantação do projeto Oficinas de Pais da Associação Pais em Rede, em Portugal, abordará os temas A notícia da deficiência e seu impacto na saúde familiar, A rede de famílias como forma de empoderamento e A importância do cuidado compartilhado.

Fonte: Turismo Adaptado

12º. Dia Internacional da Síndrome de Down

A Best Buddies Brasil – Melhores Amigos, associação sem fins lucrativos, que realiza a inclusão social das pessoas com deficiência intelectual, está entre os parceiros e realizadores do Cuidando de quem cuida 2017 – I Road Show Empathiae, primeiro evento nacional em comemoração ao 12º. Dia Internacional da Síndrome de Down. Roberta Cruz Lima, diretora da Best Buddies Brasil – Melhores Amigos, abrirá o ciclo de palestras e destaca a importância de destacar a Cultura Inclusiva. Presença internacional, a professora doutora Julia Serpa Pimentel, docente do Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (ISPA) de Lisboa; responsável pela criação e implantação do projeto Oficinas de Pais da Associação Pais em Rede, em Portugal, abordará os temas A notícia da deficiência e seu impacto na saúde familiar, A rede de famílias como forma de empoderamento e A importância do cuidado compartilhado. 21 de março, 9 às 18 horas, UniÍtalo, Av. João Dias, 2046, Santo Amaro, São Pa Saiba Mais

Fonte: Digestivo Cultural

LEI DE COTAS: QUASE 25 ANOS DE LUTA EM PROL DA INCLUSÃO

melhores-amigos3

Mudança cultural em empresas e sociedade facilitaria a contratação de pessoas com deficiência.

Uma normativa criada com o objetivo de mudar o mercado de trabalho e torná-lo mais inclusivo vai completar, em julho, 25 anos. Trata-se da Lei de Cotas, avaliada como uma das principais ferramentas para auxiliar a pessoa com deficiência (PcD) a conseguir uma oportunidade de carreira profissional. Para a diretora-executiva da ONG Best Buddies Brasil, Roberta Cruz, a regra trouxe inúmeras mudanças sociais e econômicas e proporcionam uma nova realidade para este público. “Ao fazer uma avaliação dos 25 anos da Lei de Cotas, posso ressaltar a minha satisfação e felicidade de ver que existem várias organizações trabalhando de maneira correta em prol da inclusão. A própria pessoa com deficiência está cada vez mais se inteirando dos seus direitos e deveres. A lei garante o direito ao emprego e as coisas estão tomando uma forma profissional muito legal”, ressalta. “E vale lembrar que, em janeiro, entrou em vigor a Lei Brasileira da Inclusão (LBI)  para complementar a Lei de Cotas”, acrescenta.

Segundo Roberta, o melhor dos mundos seria aquele no qual qualquer PcD pudesse competir a uma vaga com os demais profissionais do mercado sem precisar da lei. Entretanto, a normativa trouxe à sociedade um debate sobre a necessidade de enxergar o deficiente não só como uma pessoa com algumas limitações, mas sim como alguém com capacidade de desenvolver qualquer tipo de trabalho.  “É um assunto totalmente ligado à cultura do nosso povo e à educação e que não se resolve em 25 anos. Boa parte das empresas se sente obrigada a fazer essa contratação sem saber dos ganhos para sua saúde organizacional, cultura e desenvolvimento. E quando realiza, começa a perceber com mais facilidade até mesmo outros tipos de diversidade.”

Sobre as perspectivas para o futuro, a especialista diz acreditar em algo ainda longe de acontecer, mas já com um caminho traçado e projetado, graças ao trabalho de base sólido feito pelas organizações e instituições que lutam para um futuro mais inclusivo.  “A inclusão acontecerá de verdade quando a gente não precisar mais falar na Lei de Cotas nem na Lei Brasileira de Inclusão. A partir do momento que isto vira cultura, ninguém vai pensar nelas e  sim  realizar a contratação por conta das habilidades da pessoa para ocupar determinado cargo”, finaliza a diretora-executiva.

Fonte: O Amarelinho

COLETIVO QUER AMPLIAR NÍVEIS DE INCLUSÃO PROFISSIONAL

best-buddies
RHs serão o foco inicial dos trabalhos e ideia é criar um plano estratégico para os próximos anos.

Buscando melhorar a inclusão, o engajamento e o desenvolvimento profissional de pessoas com deficiência, um grupo de dez instituições do Brasil com trabalhos voltados para este público criou o coletivo ‘Todos Somos 1’.

Segundo a  diretora-executiva da ONG Best Buddies Brasil, Roberta Cruz, o objetivo é desenhar e estruturar um plano de inclusão para os próximos quatro anos. “Apesar das instituições realizarem trabalhos diferentes (desenvolvimento de autonomia, sociabilização, capacitação etc.), com a junção de esforços será muito mais fácil criar um plano de ação que possa melhorar esses índices no mercado de trabalho”, afirma.

A primeira reunião do grupo aconteceu no mês passado, durante o 1º Encontro Nacional sobre Inclusão e definiu o setor de Recursos Humanos das empresas como foco inicial de trabalho. A ideia é buscar os responsáveis por essas áreas e apresentar, por meio de palestras, seminários e eventos, métodos eficazes para apoiar a carreira de pessoas com deficiência com base em suas ambições e competências.

O trabalho também irá abordar outro aspecto essencial: o engajamento, considerado pela especialista como a principal barreira para o desenvolvimento de PcDs nas organizações. “O engajamento é mais complicado do que arranjar um trabalho. A maioria dos que querem trabalhar tem a capacitação necessária. Para eles, talvez seja muito mais difícil combinar com quem vão almoçar do que executar uma tarefa profissional. Entretanto, se a empresa souber recebê-los, eles se sentirão mais à vontade e isto facilitará o restante do processo.”

De acordo com Roberta, após a efetivação de algumas metas propostas pelo plano, o grupo dará abertura para a participação de outras ONGs, associações e instituições que trabalhem com pessoas com deficiência e queiram fazer parte do projeto, a fim de expandir o trabalho por todo o País. “Vamos capacitar, desmitificar, quebrar barreiras, criar eventos e socializar esse público, para a sociedade aprender como se relacionar e se conscientizar de que a deficiência não impede ninguém de ter uma vida normal, seja ela profissional ou social ”, finaliza.

Font: O Amarelinho

De mãos dadas pela inclusão social e a vontade de fazer a diferença

“De grão em grão, a galinha enche o papo”. Quem nunca ouviu esse famoso ditado popular? Um passo por vez, aos poucos, é possível conquistar aquilo que se deseja – inclusive, mudar o mundo. O importante é estar em movimento, ter atitude, fazer acontecer. Andar sempre para frente, com a esperança caminhando lado a lado. E nessa trajetória, acabamos encontrando pessoas indo para o mesmo lugar. E já que “a união faz a força”, porque não seguir juntos, de mãos dadas, impulsionados pela mesma vontade de fazer a diferença?

Nessa jornada, o Grand Hyatt São Paulo deu as mãos à Best Buddies Brasil, uma organização sem fins lucrativos que estimula um movimento global de voluntariado, de forma a gerar oportunidades de amizade, trabalho e liderança para pessoas com deficiência intelectual. A Best Buddies foi fundada por Anthony Kennedy Shriver, sobrinho do ex-presidente John F. Kennedy, em 1989, nos EUA. Hoje, já são mais de 1.500 grupos de voluntários em escolas, universidades e comunidades em mais de 50 países e mais de 600 pessoas com deficiência intelectual empregadas. Como não se motivar ainda mais com um parceiro assim?

hyatt1

A fim de dar o primeiro passo em busca da inclusão social de pessoas com deficiência intelectual, o Grand Hyatt São Paulo estreia em grande estilo: a primeira inclusão de uma pessoa com Síndrome de Down no mercado de trabalho hoteleiro da América Latina. Com muita honra e satisfação, no dia 06 de Outubro de 2015, a Flavia Gomes começou a trabalhar no departamento de Banquetes exercendo a função de Auxiliar de Garçom. Depois de passar por um processo seletivo, ela foi selecionada graças a sua desenvoltura e interesse pelo trabalho.

 

Fonte: ESTILO HYATT

UOL ECONOMIA

ONG Best Buddies Brasil incentiva a inclusão social de pessoas com deficiência intelectual por meio de seus programas de Amizade, Trabalho e Liderança

SÃO PAULO, 5 de outubro de 2015 /PRNewswire/ — A Best Buddies é uma organização não governamental sem fins lucrativos, dedicada à inclusão social de pessoas com deficiência intelectual, ao longo dos anos mais de 600 profissionais com deficiência intelectual foram inclusos no mercado de trabalho ao redor do mundo.

Segundo Roberta Cruz Lima, gestora da Best Buddies Brasil, os programas da organização impactam positivamente todos os seus participantes de forma positiva e transformadora.

“Para os participantes sem deficiência intelectual existem três pontos marcantes: o aumento da consciência social, o exercício do voluntariado e a vivência plena do valor da diversidade. Já as pessoas com deficiência intelectual acabam por assegurar seu lugar no mercado de trabalho, vivem de forma mais independente, tornam-se líderes inspiradores e ganham amigos para a vida toda”, afirma.

Fundada nos EUA, em 1989, por Anthony Kennedy Shriver, sobrinho do ex-presidente John F. Kennedy, a Best Buddies teve sua origem na Universidade de Georgetown, quando Anthony reuniu colegas de classe e criou o primeiro capítulo do Programa de Amizade. Atualmente, a organização está presente em mais de 50 países em todos os continentes e conta com mais de 1.900 grupos de voluntários em escolas, universidades e comunidades.

Em 2011, a Best Buddies International criou a Iniciativa 2020 que estabeleceu a meta de expandir as atividades da ONG para 100 países, impactando assim, 3 milhões de pessoas com e sem deficiência intelectual até o final desse período. No Brasil, a organização iniciou suas atividades em 2013, com a abertura oficial da sua sede em São Paulo (SP).

Filme institucional: https://www.youtube.com/watch?v=0DdrPyCoDoQ

Informações para Imprensa

Fabiana Marques

Fabiana.marques@xcompr.com

11-28987493

FONTE ONG Best Buddies Brasil

Best Buddies Brasil

EXAME

ONG Best Buddies Brasil incentiva a  inclusão social de pessoas com deficiência intelectual por meio de seus programas de Amizade, Trabalho e Liderança

SÃO PAULO, 5 de outubro de 2015 /PRNewswire/ — A Best Buddies é uma organização não governamental sem fins lucrativos, dedicada à inclusão social de pessoas com deficiência intelectual, ao longo dos anos mais de 600 profissionais com deficiência intelectual foram inclusos no mercado de trabalho ao redor do mundo.

Segundo Roberta Cruz Lima, gestora da Best Buddies Brasil, os programas da organização impactam positivamente todos os seus participantes de forma positiva e transformadora.

“Para os participantes sem deficiência intelectual existem três pontos marcantes: o aumento da consciência social, o exercício do voluntariado e a vivência plena do valor da diversidade. Já as pessoas com deficiência intelectual acabam por assegurar seu lugar no mercado de trabalho, vivem de forma mais independente, tornam-se líderes inspiradores e ganham amigos para a vida toda”, afirma.

Fundada nos EUA, em 1989, por Anthony Kennedy Shriver, sobrinho do ex-presidente John F. Kennedy, a Best Buddies teve sua origem na Universidade de Georgetown, quando Anthony reuniu colegas de classe e criou o primeiro capítulo do Programa de Amizade. Atualmente, a organização está presente em mais de 50 países em todos os continentes e conta com mais de 1.900 grupos de voluntários em escolas, universidades e comunidades.

Em 2011, a Best Buddies International criou a Iniciativa 2020 que estabeleceu a meta de expandir as atividades da ONG para 100 países, impactando assim, 3 milhões de pessoas com e sem deficiência intelectual até o final desse período. No Brasil, a organização iniciou suas atividades em 2013, com a abertura oficial da sua sede em São Paulo (SP).

Filme institucional: https://www.youtube.com/watch?v=0DdrPyCoDoQ

Informações para Imprensa
Fabiana Marques
Fabiana.marques@xcompr.com
11-28987493

Fonte: exame

Forum internacional de trabalho

Fórum Internacional de Trabalho

13/01/2015 – Aconteceu em Dezembro em Bogotá, na Colômbia, o primeiro Fórum Internacional de Trabalho. Sete países participaram: Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, México, Peru e EUA. O objetivo principal do fórum foi coletar informações e práticas eficientes da Best Buddies Colômbia, que vem desenvolvendo o Programa de Trabalho há 10 anos e atualmente conta com 400 participantes incluídos profissionalmente em 30 cidades colombianas. Os países que se beneficiaram dessa oportunidade de treinamento iniciaram seus programas de trabalho recentemente ou estão planejando iniciá-los nos próximos dois anos. Um membro da equipe de Trabalho dos EUA esteve presente para trocar ideias e assistir a colaboração regional com corporações internacionais que podem participar do movimento e contratar pessoas com deficiência intelectual.

As sessões de treinamento durante o fórum incluíram sustentabilidade do programa, legislação acerca do emprego apoiado, parceria estratégica para a inclusão laboral e muito mais. Além do treinamento, os participantes tiveram a oportunidade de ouvir de empresas que empregam pessoas através do Programa de Trabalho da Best Buddies, como American Tower e Master Card. Participantes do Programa de Trabalho e seus familiares também dividiram com todos como o fato de estarem trabalhando os ajudou a conquistar maior independência e impactou positivamente suas vidas de diversas formas. Além de ouvir depoimentos, os participantes do fórum tiveram a oportunidade de visitar Alkosto e Juan Valdéz, duas companhias que são parcerias da Best Buddies Colômbia há muitos anos. Que experiência incrível poder ver o Programa de Trabalho Best Buddies em ação! O Fórum Internacional de Trabalho não foi só trabalho. Os participantes tiveram a chance de testemunhar o lançamento da agenda Best Buddies Colômbia, um evento espetacular e dos mais importantes para arrecadação de fundos. Todos tiveram uma experiência incrível!
Obrigado a todos que participaram e fizeram de nosso primeiro Fórum Internacional de Trabalho um sucesso!

 

 

Forum internacional de trabalho

Forum internacional de trabalho

Forum internacional de trabalho

Forum internacional de trabalho

Forum internacional de trabalho

best Buddies - Melhores Amigos

Visita à Exposição Salvador Dalí em São Paulo

08/12/2014 – À convite do programa de Responsabilidade Social da empresa Arteris, a Melhores Amigos levou dois parceiros para conferir as obras do renomado artista catalão no Instituto Tomie Ohtake, a Galera do Click e o Programa Einstein na Comunidade de Paraisópolis. Foi oferecida uma visita guiada, onde os jovens foram instigados a perceber e refletir sobre as obras, seus possíveis significados e sensações que produzem em quem as observa. Depois da exposição, todos foram convidados a exercer a criatividade em uma oficina de customização. Agradecemos os nossos parceiros pela participação e à empresa Arteris pelo convite!

 

best Buddies - Melhores Amigos

best Buddies - Melhores Amigos

best Buddies - Melhores Amigos

best Buddies - Melhores Amigos

best Buddies - Melhores Amigos

best Buddies - Melhores Amigos

best Buddies - Melhores Amigos

best Buddies - Melhores Amigos

best Buddies - Melhores Amigos

melhores amigos

Lançamento oficial do Calendário 2015 da Galera do Click

21/11/2014 – Aconteceu no Acre Clube, em São Paulo, o lançamento oficial do Calendário 2015 da Galera do Click, um trabalho maravilhoso feito por jovens aprendizes de fotografia com Síndrome de Down! Convidados e parceiros fizeram a festa, tornando essa noite inesquecível para todos. Confira algumas fotos do evento e conheça melhor essa Galera: https://www.facebook.com/galeradoclick

melhores amigos

melhores amigos

melhores amigos

melhores amigos