EMBAIXADORES E PROMOTORES - BEST BUDDIES BRAZIL

EMBAIXADORES E PROMOTORES

Embaixadores

Nesse programa, a pessoa com deficiência intelectual conta com a orientação da equipe da Best Buddies Brasil que, por meio de workshops e treinamentos em grupo, o auxilia a se expressar melhor, desenvolver habilidades, descobrir sobre si mesmo e perceber que pode buscar realizar seus sonhos e objetivos. Um Embaixador Best Buddies conquista autonomia e confiança para se comunicar, expressa seus desejos e anseios com maior facilidade, além de se tornar um líder para a causa da deficiência intelectual e para qualquer outro tema com o qual queira se envolver.

Entre em contato conosco e saiba como participar!
Escreva para juliana.secchi@melhoresamigos.org ou ligue para (011) 5093 – 5779

Cibele

Claudio entrevistando

Melhores Amigos

Turma

Promotores

Esse programa é voltado apenas aos estudantes de escolas ou universidades sem deficiência intelectual, mas que querem participar de um programa de voluntariado, se desenvolver e defender uma causa de grande importância. Nesse programa, os voluntários a partir de 13 anos se tornam embaixadores e porta-vozes da mensagem da Best Buddies para a inclusão social da pessoa com deficiência intelectual, abordando o preconceito, medo, falta de conhecimento e outros aspectos que permeiam a deficiência intelectual. Esse programa é uma alternativa aos alunos que não queiram participar do Programa de Amizade, ou que desejam começar mas ainda não tem uma dupla disponível.

Os Promotores Best Buddies falam sobre a deficiência intelectual em suas escolas, comunidades, clubes e empresas, além de participarem e organizarem eventos para trazer a atenção do público em geral para a causa. Auxiliamos os promotores a entender os aspectos importantes que devem abordar sobre a deficiência intelectual, para que possam falar com pessoas de todas as idades e classes sociais. É uma excelente oportunidade de crescimento para esses adolescentes e jovens, que desenvolvem habilidades de oratória, de argumentação, e perdem o medo de falar em público, além de disseminarem valores que abordam cidadania, direitos humanos e aceitação da diversidade.